Ministro de Educação, Milton Ribeiro, toma posse em Brasília

O Presidente Jair Bolsonaro participou nesta quarta-feira, dia 16 de julho, da solenidade de posse no ministro de Educação, Milton Ribeiro. O presidente está se recuperando no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. “Não é fácil a vida do ministro. Dele, em grande parte, depende o futuro da nossa nação”, disse Bolsonaro, por videoconferência.

O Ministro exaltou a educação pública, o ensino profissionalizante, o protagonismo de professores e defendeu a laicidade do Estado. Ribeiro é o quarto ministro a chefiar a pasta.

O Ministro afirmou que: “Queremos abrir um grande diálogo para ouvir os acadêmicos e educadores que, como eu, estão entristecidos com o que vem acontecendo com a educação em nosso país. Haja vista nossos referenciais e colocações no ranking do Pisa”.

Também afirmou que, a pedido de Bolsonaro, vai assumir um compromisso para promover o ensino profissionalizante no país. “Através do incentivo a cursos profissionalizantes, desejamos que jovens tenham uma ponte ao mercado de trabalho, para que atinjam seu potencial de contribuição para nosso país”, disse. No último ano, o governo decidiu “abandonar” o Pronatec e anunciou o programa Novos Caminhos, voltado ao ensino técnico. O intuito é aumentar em 80% (3,4 milhões) o total de matrículas em cursos de educação profissionalizante.

Violência física, filosofias equivocadas, valorização de professores, laicidade. Ainda durante seu discurso de posse, Ribeiro, que é pastor na Igreja Presbiteriana Jardim Oração, em Santos, defendeu a laicidade do Estado e afirmou que vai atuar com base em princípios constitucionais. “Tenho formação religiosa, mas meu compromisso que assumo hoje ao tomar posse está bem firmado e localizado em valores constitucionais da laicidade do estado e do ensino público”, disse.

Frente a acusações de que ele teria defendido “educação através da dor”, o novo ministro justificou e disse que “jamais falei em violência física na educação escolar e nunca defenderei tal prática”. Em vídeo publicado em suas redes, ele sugeria que pais disciplinassem seus filhos através da correção com “vara”.

A implementação de políticas e filosofias educacionais equivocadas, para Ribeiro, teriam desconstruído a autoridade do professor em sala de aula. “O que agora existe, por muitas vezes, são episódios de violência física por parte de alguns maus alunos contra professores”, disse. “As mesmas vozes críticas de nossa sociedade devem se posicionar quanto a tais episódios com a mesma intensidade”.

Ele também afirmou ser necessário não desmerecer educadores que deram “legítima e valiosas contribuições” à educação do país. “Não estava tudo errado”, disse. “Tenho consciência de que não iremos solucionar o problema de educação no país, mas procuraremos, com a ajuda de Deus, deixar legado positivo de esperança para gerações futuras”, concluiu.”. Desejamos boa sorte ao Ministro.

Fonte principal: https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/ao-tomar-posse-no-mec-milton-ribeiro-exalta-professores-e-defende-grande-dialogo/

Deixe uma resposta